A Freshmint apoia a sua empresa na definição da plataforma de comércio electrónico mais adequada para os seus objetivos.

A Freshmint apoia a sua empresa na definição da plataforma de comércio electrónico mais adequada para os seus objetivos.

E-Commerce e Lojas ONLINE EM PORTUGAL

O comércio eletrónico (ou e-commerce) é a compra e venda de bens e serviços, ou a transmissão de fundos ou dados, numa rede eletrónica, principalmente a internet. Essas transações comerciais ocorrem de negócios para empresas, de empresa para consumidor, consumidor para consumidor ou consumidor para empresa. 

Os benefícios do comércio eletrónico incluem a disponibilidade 24 horas por dia, a velocidade de acesso, a ampla disponibilidade de bens e serviços para o consumidor, acessibilidade fácil e alcance internacional. As suas desvantagens percebidas incluem o serviço ao cliente às vezes limitado, os consumidores não conseguirem ver ou tocar no produto antes da compra e o tempo de espera necessário para o envio do produto.

O mercado de comércio eletrónico continua a crescer: segundo o relatório de eCommerce Europeu B2C 2016, divulgado pela ACEPI em parceria com a Ecommerce Europe, existe uma tendência positiva nas vendas online no sul da Europa. Portugal cresceu 15,7%, acima da média europeia. 

Segundo os dados já partilhados, as compras online geraram 455,3 mil milhões de euros em 2015, na Europa, valor que representa uma subida de 13,3% face ao ano anterior, enquanto em Portugal o valor de crescimento está alguns pontos acima, para um volume de negócios de 3,3 mil milhões.

Os dados da Ecommerce Europe preveem um crescimento para 2016, sem apontar números, e apontam a existência de 3,1 milhões de compradores online em Portugal, assim como uma posição a meio da tabela no índice de performance logística (em 16º lugar) e de facilidade de negócio (em 14º posição).


 

O E-Commerce Report 2017

Pode fazer aqui o download do Wolfgang Digital’s E-Commerce Benchmark KPI Study lançado em 2017 pela Agência Wolfgang Digital:

 O E-commerce tem permitido às empresas algarvias levarem os seus produtos e serviços aos mercados internacionais. 

O E-commerce tem permitido às empresas algarvias levarem os seus produtos e serviços aos mercados internacionais.